REPORTAGEM DO MES - A SELEÇÃO FUNCIONAL DO HARAS DO MOSTEIRO

 

Lúcio Sérgio de Andrade – Zootecnista
Responsável pelas aulas de equitação aos participantes de cavalgadas Ministra clinicas periodicos no Haras do Mosteiro sobre diversos temas ligados ao manejo geral e especializado do cavalo da raça Campolina

O cavalo Campolina destina-se ao uso em passeios e cavalgadas. Esta é a sua principal função, que gradativamente foi substituindo o uso original no transporte em longas cavalgadas e na lida de campo.

Para melhor atender esta função os exemplares desta raça apresentam a aptidão natural da M.T.A.D. – Marcha de Triplices Apoios Definidos, um andamento que confere comodidade aos cavaleiros e amazonas. Os desconfortáveis atritos verticais sentidos no trote e andamentos
transicionais são neutralizados, garantindo o prazer nas atividades de passeios e cavalgadas.

Fiel à esta aptidão nata da raça Campolina, o Haras do Mosteiro vem priorizando a função, porém sem perder o porte imponente, a beleza das pelagens exóticas e a harmonia da conformação, tendo como referência para meta de seleção o padrão morfológico tipo exposição.

Assim, os produtos anualmente nascidos no Haras do Mosteiro, alicerçados por uma genética de mérito zootécnico superior, reunem as qualidades de um Campolina completo, na funcionalidade, na caracterização racial, harmonia da conformação e beleza.

Além da marcha cômoda, o cavalo funcional também deve apresentar virtudes muito apreciadas, tais como:

- O bom temperamento, o qual implica em ser dócil, para facilitar todas as etapas do manejo;
- A lealdade, para que seu cavaleiro, ou amazonas, sinta-se confiante;
- A disposição expontanea para marchar, o que aumenta a satisfação;
- O bom adestramento, o que é atestado pelas respostas fáceis aos comandos da equitação.

Todo este perfil do Campolina funcional é moldado através de uma seleção criteriosa, conhecida como SELEÇÃO INTEGRAL, que associa simultaneamente a superioridade na genética, conformação e marcha. O resultado final, impulsionado pelo manejo profissionalmente conduzido, em especial o treinamento, alimentação, controle sanitário rigoroso e os cuidados com os cascos, é a satisfação de todos que já montaram em um cavalo ou égua do Haras do Mosteiro.

A equipe do Haras do Mosteiro foi devidamente preparada para treinar o cavalo Campolina profissionalmente, sendo composta por uma Médica Veterinária e três treinadores que dividem serviços com potros e potras ao cabresto, animais montados destinados às exposições, animais de campo, animais que se hospedam nas baias e piquetes do haras.

O bom resultado deste trabalho pioneiro com a raça Campolina no Estado de São Paulo é atestado pelas pesquisas de opinião realizadas com um numero significativo de pessoas que participam mensalmente das cavalgadas promovidas pelo Haras do Mosteiro, pelo bom desempenho dos animais apresentados nas exposições e etapas da Copa Paulista de Marcha e pelo sucesso dos leilões anuais, que neste ano de 2008 atingirá a IX edição.


Dr. Lúcio Sérgio de Andrade
Zootecnista

 

Voltar